Notícias

. .

Acusado por cinco mortes vai a júri amanhã em Eldorado do Sul

Acontece nesta quinta-feira, 25/7, júri popular envolvendo um dos acusados de matar cinco pessoas e deixar um ferido em Eldorado do Sul, fato ocorrido na madrugada de 6/6/16. William da Silva Garcia é apontado como um dos responsáveis pelo crime junto com outros três réus – que são processados separadamente.

A sessão de julgamento está marcada para às 10h, na Câmara de Vereadores local, e será presidida pelo Juiz de Direito Marcos Henrique Reichelt, da Vara Judicial da Comarca. Não foram convocadas testemunhas.

William responderá em plenário por cinco homicídios qualificados (recurso que dificultou a defesa e motivo torpe), latrocínio não consumado e pelos crimes conexos de receptação e associação criminosa. Ele está preso preventivamente.

Disputa

Conforme a denúncia formulada pelo Ministério Público, o crime teve motivação na busca pelo domínio do tráfico de drogas na região. Na abordagem às seis vítimas, em uma rua do Bairro Cidade Verde, os acusados teriam se apresentado como policiais. Ainda segundo a peça acusatória, o único sobrevivente teve uma mochila e um par de tênis roubados, e o carro usado para deslocamento dos réus era fruto de roubo.

O júri

Os crimes dolosos contra a vida são julgados pelo Tribunal do Júri. Sete jurados (Conselho de Sentença), escolhidos em sorteio prévio, decidem pela culpa ou inocência do réu. Em caso de condenação, cabe ao Juiz estipular o tempo e as condições da pena.

O julgamento inicia-se com o eventual depoimento de testemunhas e, depois, dos acusados. A seguir, na fase de debates, acusação e defesa, nessa ordem, têm uma hora e meia cada para apresentar argumentos. Caso desejem, contarão com mais uma hora para réplica e tréplica. Os tempos são aumentados quando há mais de um réu.


 

Publicação em 24/07/2019